12 de outubro de 2016

Na despedida de Oswaldo, Diego Souza sai machucado e Sport perde para a Chapecoense fora de casa

Foto: Williams Aguiar / Sport Club do Recife

Foto: Williams Aguiar / Sport Club do Recife

O Sport visitou a Chapecoense, nesta quarta-feira (12), buscando uma reabilitação no Campeonato Brasileiro. Na décima sexta colocação no início da rodada, o Leão buscava fugir da zona do rebaixamento. No entanto, o resultado não veio.

Aos cinco minutos de jogo, o Sport Recife teve a sua primeira chance na partida. Após ótimo contra-ataque, Gabriel Xavier cruzou e Rogério chegou, de carrinho, mandando ao lado esquerdo do gol de Danilo. No entanto, o bandeira já marcava impedimento. Com 12 minutos da primeira etapa, Rodney Wallace fez boa jogada individual e bateu firme, para boa defesa do goleiro. Aos 25, boa troca de passes até a bola chegar em Éverton Felipe, que bateu cruzado, para fora.

Um minuto depois, Magrão operou um verdadeiro milagre. Kempes desviou dentro da área e o paredão leonino foi no cantinho buscar. O castigo veio aos 44 minutos. Após escanteio cobrado por Cleber Santana, Thiego desviou e abriu o placar para o time local.

O Sport voltou para a segunda etapa sem Diego Souza, que recebeu uma forte pancada na cabeça no final do primeiro tempo. Já a Chapecoense voltou com o mesmo time e pressionando. Ananias quase ampliou aos 6 minutos, com cabeçada firme no canto direito de Magrão. A bola passou raspando.

Com 12 minutos jogados, a Chapecoense aumentou o placar. Dener lançou Alan, que cruzou na medida para Ananias completar pro gol. O que já era difícil, complicou ainda mais aos 24, quando Gabriel Xavier recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. No final da partida, Kempes ainda marcou o terceiro.

O próximo desafio do Leão será no domingo (16), às 19h30, na Ilha do Retiro, contra o Vitória, adversário direto na luta contra o rebaixamento. Com 34 pontos, o Maior do Nordeste permanece momentaneamente na décima sexta posição.